Patrimônio, Memória e Cultura material

Autor: Yussef Daibert Salomão de Campos (Org.)
Páginas: 160
Editora Editar

Disponibilidade: Em estoque

Por R$50,00
Detalhes

Fazer pós-graduação no Brasil, em sentido estrito (mestrado e doutorado), nunca foi fácil, nem simples. Está ainda mais difícil nessa segunda metade da segunda década do século 21, pois defender a Democracia virou ato revolucionário, subversivo e “esquerdopata”, quando, em verdade, é lógico, coerente e proporcional à Constituição Federal de 1988.

Infelizmente os tempos são sombrios, porquanto sofremos, desde o golpe civil-parlamentar de 2016, com os ataques às instituições que garantiam o modo republicano de convivência e a consolidação do Estado Democrático de Direito, em especial, à Universidade.

Cortes vilipendiosos de gastos, extinção de programas de fomento, incêndio num dos mais importantes museus do mundo – o Museu Nacional ­–, a tentativa de extinção do Ministério da Cultura (MinC) e do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), entre outros, impactaram diretamente nos setores da Cultura e da Educação.

Logo, as pesquisadoras e pesquisadores que se dedicaram a participar desse livro, ao tratarem sobre patrimônio nesse contexto, são a representação da resistência às imposições conservadoras desses dias, bem como são exemplos de que a pesquisa, nas Ciências Humanas, tão difamada e atacada pelos setores reacionários da população, não está morta.

Meu agradecimento eterno a essas alunas e alunos do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Goiás (PPGH-UFG), já que se mostraram, além de curiosos e perspicazes investigadores, militantes e defensores da ciência no Brasil. Esse livro é pouco menos que um manifesto, mas muito mais que um compêndio de resultados preliminares de investigações.